E O CONCURSO DE TROVAS DE TAUBATÉ, HEIN?

     Comecei 2018  com esta indagação na cabeça. Até porque várias pessoas me perguntaram por que não divulgamos os resultados de Taubaté, versão 2017. O concurso foi amplamente por nós divulgado no site, no facebook... Tradicionalmente o seu encerramento festivo sempre se deu no mês de outubro e não sofria interrupção desde o longínquo ano de 1988. Perguntei ao presidente da seção taubateana, Luiz Antonio Cardoso, e não obtive resposta. Perguntei ao seu vice-presidente, Cláudio Morais, que alegou problemas de saúde do presidente. Posteriormente a isso eu soube que o Luiz Antonio foi guindado também à condição de presidente estadual da UBT, isto é, agora ele responde pela seção de Taubaté e também pela entidade a âmbito estadual. Fico feliz por um lado, pois tal posse significa que seus problemas de saúde foram sanados. E preocupado por outro.

     De qualquer forma, desejo que o caro amigo Luiz Antonio Cardoso nos envie alguma notificação, explicando a todos que concorreram ao seu concurso em 2017, se tal evento foi cancelado, até para que os participantes possam utilizar as referidas trovas em outros torneios congêneres. E também fale sobre seus planos, como novo presidente da UBT para o Estado de São Paulo. Nosso estado que já foi tão pujante em realizações de concursos de trovas e que, agora, conta apenas com São Paulo (capital), Pindamonhangaba, Ribeirão Preto, São José dos Campos (que começou agora) e.... Quem mais? Será que esqueci algum?

     Dona Angélica Vilella, falecida em 2017, anda fazendo muita falta. Esperamos que esse hiato ocorrido, coincidentemente logo após o falecimento dela, tenha sido um acontecimento isolado, e que Taubaté não perca a sua condição de cidade realizadora de grandes eventos trovísticos, tradição iniciada com Cesídio Ambroggi, lá pelo início dos anos sessenta.  Enquanto isso, continuamos aguardando pelaq divulgação dos resultados do torneio referente ao ano que se findou recentemente. Luiz Antonio Cardos, a palavra é sua, o site Falando de Trova está à disposição para todo e qualquer esclarecimento. Bola pra frente, garoto!