MÃE  É  TUDO: SÓ ISSO!

     Atenção, homem, principalmente você, que é tão machista: morra de inveja, pois nunca conseguirá gerar no ventre um filho. A mulher teria tantos motivos para demonstrar que é superior  a nós! No entanto, basta-lhe apenas este: SER MÃE!

Mãe, por mais que eu me concentre
na importância do que faço,
não esqueço que teu ventre
foi o meu primeiro espaço!  

     Esta trova de Almerinda Liporage, residente no Rio de Janeiro, foi a grande vencedora dos Jogos Florais de Nova Friburgo em 1991, que teve por tema a palavra ESPAÇO.

     Se há uma dificuldade a ser superada, a mãe esquece seus problemas, seu estado de saúde e se dispõe a fazer tudo para que o filho tenha uma melhor condição de ser feliz.

Sua cruz que eu sei, pesada,
minha mãe leva sozinha.
Mesmo assim, velha e cansada,
ajuda a levar a minha.
LILINHA FERNANDES

     Ah, mas quanta gente deixa de perceber do que ela é capaz, quando se trata de defender o filho, seja o obstáculo (ou inimigo) que for. Alfredo de Castro, de Pouso Alegre, um dos enormes trovadores que o Brasil possui, consegue traçar uma imagem totalmente inovadora, sem deixar de ser poética:

O caçador arma o jogo
com várias tochas ardentes ...
A fera-mãe rompe o fogo
e leva a cria nos dentes!

     O mesmo Alfredo de Castro também nos oferece o quadro dramático deste heróico ser, presenciando o ser infante que, em seus braços, chora de fome:

No mundo farto de escolhos,
criança que pobre veio,
mama as lágrimas que os olhos
da mãe derramam no seio!

     Para encerrar, eu levanto a seguinte questão: da mãe de Jesus você ouviu falar de seu sofrimento e de sua postura ao ver o filho arrastando a cruz.  E da mãe de Judas, você conhece alguma história?  Por via das dúvidas, o grande A. A. de Assis não hesita: ao mesmo tempo em que questiona, dá também a resposta ao dilema:

Que sentença a mãe de Judas,
se o julgasse, lhe daria?...
-- Em sendo mãe, não te iludas,
mil vezes o perdoaria!

     Portanto, mãe é mãe, em qualquer tempo e lugar, só mudam as digitais.

     Parabéns a todas elas, parabéns à Dona Antonia (minha mãe) que do alto de seus 86 anos continua reclamando de dor aqui, ali e acolá mas vai abrindo caminho rumo aos 100. E torcendo pelo mesmo time dos filhos e netos, com todo o amor de que é capaz!

     Que Deus a abençoe sempre e a todas que cumprem tão divina missão!

Não foi o acaso qualquer  
que bancou essa proposta:
quando Deus te fez mulher,
já conhecia a resposta!

Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.