"Aprimoramento" no Estatuto da UBT
  
          Há algum tempo justifiquei para alguns amigos trovadores minha ausência nas reuniões da UBT e nos concursos de trovas.  Eu disse que por não ser católico e não praticar o ecumenismo, sentia-me constrangido ao me confrontar com as práticas religiosas que caracterizam a entidade como sendo católica.
 
          Resumindo: as reuniões e solenidades são iniciadas com uma oração católica; a programação em diversas festas de premiação inclui uma missa; personagens e ícones católicos são usados como temas de concursos e nos troféus; um "santo" católico é o padroeiro, etc...  O assunto ganhou repercussão e dividiu opiniões. Não poucos concordaram com meu raciocínio de que a UBT deveria praticar a neutralidade política e religiosa que prega e que constava no seu Estatuto, até porque é uma entidade aberta a pessoas de todas as tendências e credos. O presidente da UBT manifestou-se no site oficial,  www.ubtnacional.com.br , (entrada Trovas/Sobre a religiosidade na UBT) dizendo: "o artigo de autoria do trovador Pedro Ornellas deu uma bela contribuição ao movimento trovadoresco, abrindo janelas para o aprimoramento do Estatuto da UBT".
 
          Mas para minha grande surpresa, o 'aprimoramento' foi mudar o texto do Estatuto, no artigo 4º, de "são expressamente proibidas as manifestações políticas ou religiosas" para "proibido qualquer proselitismo político ou religioso". Com essa mudança, as práticas católicas não só deverão continuar como agora têm respaldo estatutário, pois não fazer proselitismo é bem diferente de praticar a neutralidade!
 
         Quando vi a proposta da mudança no site, enviei mensagem a todos os integrantes da Diretoria, chamando atenção a esse fato, já que o presidente havia manifestado a intenção de corrigir a falha e não de perpetuá-la. Ninguém respondeu, exceto um dos membros, pessoa mui respeitável, mas que não gosta de se expor, justificando que a UBT não é católica, apenas está católica...

          Voltando a dar uma olhada no site, vejo agora na fala do presidente a alteração não mais como uma sugestão e sim como aprovada. Mais uma vez o poder se impõe à razão e ao direito. Na minha modesta opinião isso não é desejável para a credibilidade da entidade que hoje se preocupa justificadamente com o evidente enfraquecimento do movimento trovista pela perda de bons trovadores e afastamento de outros por motivos vários. Tomara que eu esteja errado...

 

Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.